Eu trocaria a Petrobrás pelo saneamento do Brasil


A declaração da presidente Dilma Rousseff de que, como membro do conselho da Petrobrás, tomou a decisão de adquirir uma refinaria com base em “documentação falha” e “informações incompletas” tem estimulado vários debates, mas ao meu ver pode ser uma oportunidade perdida.

Eu acredito na declaração da presidente, que na época da decisão era Ministra da Casa Civil. Além de apontar um erro pontual, sua declaração e outras circunstancias revelam que está tudo errado sobre a Petrobrás.

O papel governamental como acionista principal e gestor da Petrobrás envolve conflitos de interesse que afetam tanto a empresa como o setor público.

Em vez de fazer parte do conselho da empresa, os ministros deveriam se dedicar a governar o Brasil que tem enormes problemas a resolver, como a taxa de homicídio que é cerca de seis a dez vezes maior do que em países desenvolvidos, a falta de saneamento para 52% da população e a corrupção de R$ 200 bilhões por ano. Com tanto para fazer, um bom ministro não teria mesmo tempo de fazer ser um bom conselheiro da Petrobrás – ou seja, ler relatórios, se informar sobre o setor e tomar decisões acertadas.

Ao mesmo tempo, a ingerência governamental prejudica a Petrobras que fica vulnerável a decisões que supostamente são de interesse público, mas que afetam o desempenho e valor da empresa. Por exemplo, o governo tem usado a Petrobrás para tentar conter a inflação ao evitar a flutuação do preço dos combustíveis com base no mercado. Esse tipo de medida e outras fizeram com que o valor de mercado da empresa caísse de R$ 398 bilhões em marco de 2011 para R$ 175 bilhões no começo de 2014. Além da perda de patrimônio público, há uma enorme perda de valor para os acionistas privados. Para conter a inflação, o governo deveria cortar gastos públicos ineficazes e reduzir a interferência no mercado o que facilitaria investimentos.

A declaração da presidente Dilma sobre a gestão da Petrobrás facilitou o pedido de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a compra da refinaria em Pasadena. Se a comissão for de fato instalada, pode ser positiva para identificar responsabilidades, mas é improvável que estimule um debate estratégico sobre a empresa e o interesse público.

Náo é essencial que o poder público seja o principal acionista da empresa para que ela funcione e para que o país se beneficie do petróleo. Portanto, a empresa poderia ser privatizada e os recursos arrecadados deveriam ser investidos em áreas mais prioritárias para a população. Apresentar um plano de aplicação seria fundamental para ganhar apoio popular para a privatização.

Eu investiria todo recurso arrecadado com a privatização da Petrobrás em saneamento por causa da grande demanda de recursos para ampliar o serviço e pelos seus benefícios duradouros e amplos, especialmente para os mais pobres. De acordo com um estudo recente do Instituto Trata Brasil, o país precisaria investir R$ 313 bilhões para tornar universal a coleta de saneamento no país.

Os benefícios do saneamento incluiriam a redução do mortalidade infantil, a redução dos custos com doenças preveníveis, o aumento do turismo e o aumento da produtividade dos trabalhadores. Somente o aumento da produtividade possibilitaria um aumento da renda dos trabalhadores de cerca de R$ 105 bilhões por ano. Portanto, só este benefício ajudaria a pagar em três anos o retorno do investimento em saneamento.

 A venda da Petrobrás conseguiria gerar uma receita de R$ 191 bilhões, considerando o valor da empresa em março de 2011 de R$ 398 bilhões e que o governo detém 48% das ações. Portanto, a venda da empresaria cobriria cerca de 60% dos custos do saneamento. Assim, o Brasil ainda teria que alocar recursos do orçamento para universalizar o saneamento.

No final, o Brasil estaria mais limpo, o povo mais saudável e os governantes teriam mais tempo para governar (em vez perderem tempo tomando decisões mal informadas no conselho de gestão da Petrobrás).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: